PRERROGATIVAS, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

MATO GROSSO - 23ª SUBSEÇÃO DE CAMPO VERDE

Newsletter


Ir para opção de Cancelamento

Agenda de Eventos

Setembro de 2020 | Ver mais
D S T Q Q S S
# # 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 # # #

Notícia | mais notícias

A pedido da OAB-MT e Defensoria, Prefeitura beneficia mais 90 famílias de catadores de recicláveis

12/08/2020 17:37 | RENDA SOLIDÁRIA
Foto da Notícia: A pedido da OAB-MT e Defensoria, Prefeitura beneficia mais 90 famílias de catadores de recicláveis

Foto: Davi Valle Secom Prefeitura de Cuiabá

img    Desde que anunciado o programa Renda Solidária da Prefeitura de Cuiabá, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) tem auxiliado catadores de recicláveis que não conseguem acessar o auxílio financeiro por insuficiência de documentos. 
 
    A pedido das famílias, a OAB-MT - via Comissão de Cultura e Responsabilidade Social – solicitou à Prefeitura que fosse aprimorado o método de verificação cadastral para que mais famílias fossem incluídas.
 
    De acordo com o presidente da comissão, Danilo de Oliveira Nunes, a comprovação de residência, por exemplo, era um problema para muitas delas, já que grande parte dos interessados em receber o benefício, reside de aluguel, de favor ou com seus genitores, e ainda, em alguns casos, em bairros não regularizados.
 
    Diante do pedido da OAB-MT, que atuou em conjunto com a Defensoria Pública, o prefeito Emanuel Pinheiro determinou nesta terça-feira (11) que o Comitê Gestor do programa Renda Solidária criasse uma força-tarefa para a inclusão de mais um grupo de catadores de recicláveis na lista de trabalhadores aptos ao recebimento do auxílio financeiro.  
 
    Segundo o prefeito, a Prefeitura vai atender mais 90 famílias que não conseguiram, até a segunda-feira (10), regularizar sua situação para o recebimento do benefício. Para estas, o pagamento deve ser feito em uma única parcela, de R$ 1500,00, na sexta-feira (14). O valor é a somatória de R$ 500,00 por mês.
 
    O presidente da comissão, Danilo Nunes, destacou que “a Prefeitura de Cuiabá, em um gesto de extrema sensibilidade acolheu o pleito formulado conjuntamente pela OAB/MT e pela Defensoria Pública do Estado, concedendo uma extensão do prazo para a regularização da documentação e inclusão desse novo grupo de catadores. Eles são pessoas de extrema vulnerabilidade social e não podemos medir esforços para auxiliá-los nessa tarefa”.
 
    A defensora pública Kelly Christina Veras Otacio Monteiro também comemorou a decisão da Prefeitura e disse que essa conquista se dá graças à soma de esforços da OAB e Defensoria.
 
    “Em uma nova reunião, pedimos ao comitê gestor que fosse feita reanálise da documentação, pois mais de 100 haviam ficado de fora. Foi então que inicialmente foram incluídos mais 48 e em uma nova etapa, outros 42 também receberão o benefício”, explica.
 
    Kelly destaca que a OAB-MT e a Defensoria Pública agora se dedicam para tentar viabilizar o recurso para mais 32 catadores de recicláveis que ficaram de fora, pois não constavam no cadastro da Prefeitura.
 
    “E a lei prevê o repasse apenas a catadores cadastrados. Agora, vamos tentar viabilizar o recurso para eles e é bem provável, que seja no próximo ano, por conta do período eleitoral”. Caso isso aconteça até o ano que vem é possível que essas famílias consigam receber de uma vez só, o total de R$ 1.500,00, referente à somatória das três parcelas.
 
    O presidente da OAB-MT, Leonardo Campos enfatizou que a instituição  tem forte compromisso com a cidadania. “A OAB também é motivada pelas causas sociais. Agradeço ao prefeito Emanoel Pinheiro que, de forma humana, atendeu o nosso pleito”, ressaltou.   
 
 
imprensaoabmt@gmail.com
(65) 3613-0929
www.twitter.com.br/oabmt
www.facebook.com.br/oabmatogrosso
Instagram @oabmatogrosso
 
 
Crédito foto: Davi Valle / Secom Prefeitura Cuiabá 

Facebook Facebook Messenger Google+ LinkedIn Telegram Twitter WhatsApp